Mandato CNIE

A Direção da AMEP criou em 2017 a Comissão Nacional de Internos de Estomatologia (CNIE).

Esta estrutura autónoma da AMEP tem como objetivo a formação de qualidade, formar um espírito de grupo e de dar voz aos Internos de Estomatologia, Sócios da AMEP, perante esta e outras instituições, como, por exemplo, a Ordem dos Médicos e o Ministério da Saúde. Será uma voz institucional importante no seio da AMEP e para o exterior. É um instrumento de ‘entreajuda’ dos internos.

Por forma a concretizar os objetivos, na sua atuação, a CNIE tem que atuar com bom senso e sentido de responsabilidade entre pares e espirito participativo. Todas as situações extraordinárias que ocorrem no seio da CNIE devem ser reportadas, pelos seus 8 elementos, imperiosamente ao superior hierárquico: o Presidente da Direção da AMEP.

A CNIE deve dar apoio à Revista AMEP e à Comissão Organizadora do Congresso Nacional de Estomatologia. Esta comissão será composta por 9 internos, um representante eleito de cada um dos 9 Serviços de Estomatologia Formadores. É uma estrutura inclusiva de todos os Centros Formadores. A saber:

     1. Hospital de Braga;

     2. Centro Hospitalar Universitário de São João;

     3. Centro Hospitalar Universitário do Porto;

     4. Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia / Espinho;

     5. Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra;

     6. Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte;

     7. Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central;

     8. Instituto Português de Oncologia do Porto;

     9. Centro Hospitalar de Setúbal.

Portanto, os internos de cada Serviço Formador, sócios da AMEP, elegem um representante para a Comissão e apresentam o resultado eleitoral no próximo Encontro Nacional de Internos de Estomatologia de periodicidade anual. Se não procederam, antecipadamente, às eleições nos Serviços, o representante tem de ser eleito durante o evento referido. Após a ratificação deste escrutínio, os 9 representantes irão eleger, de imediato, o Presidente da Comissão. Estes internos eleitos têm um mandato de um ano, ocorrendo nova eleição no Encontro de Internos do ano seguinte.

A Comissão Nacional de Internos de Estomatologia deve reunir-se, no mínimo, bimestestralmente, sugerimos em videoconferência (por ex.: Skype) para facilitação de contato, elaborar um programa de ação anual (organização de cursos, workshops e outros eventos) e enviar a ata das reuniões, obrigatória e periodicamente, para a Direção da AMEP.

A nova Comissão eleita fica incumbida de organizar o Encontro no ano seguinte, previsivelmente em maio, com o apoio dos restantes internos e Orientadores de Formação, decidirá o local (preferencialmente rotativo), a data e a estruturação do evento. Recomenda-se à Comissão Organizadora a interação com a Coordenadora Científica e o Tesoureiro da AMEP. Este evento é tendencialmente gratuito, pois é feito pelos internos para os internos, exceto se os patrocínios, previsivelmente, não suportem as despesas.

Agradece-se que todos os internos se inscrevam como sócios da AMEP.